topo ban fine

 
 

servicos solicitar banner

15 de junho: PMU promove ações para conscientizar sobre violência contra pessoa idosa

O 15 de junho é destacado no calendário para que a sociedade tome conhecimento e se sensibilize com uma chaga que envolve famílias de todas as classes sociais: a violência cometida contra a pessoa idosa. A Prefeitura de Unaí, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Social e Cidadania (Semdesc), fará blitz educativa na Praça JK, na sexta (15/6), para chamar a atenção da sociedade, distribuir material informativo e anunciar canais de denúncia, a fim de combater esse problema social que acomete os maiores de 60 anos. 

 

A violência física, psicológica, financeira e a negligência atingem os idosos principalmente no seio familiar. Em Unaí, o Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas), órgão da Semdesc, registrou pelo menos 10 casos de violência cometida contra idosos no mês de maio. Os números já estão fechados, mas falta detalhar as ocorrências no lançamento do registro mensal de atendimentos do Creas.

 

O número de casos, no entanto, tende a ser maior, visto que muitas ocorrências não chegam aos órgãos oficiais. Ou pelo receio do próprio idoso em denunciar a violência e expor os familiares, ou pelo fato de amigos, parentes ou vizinhos saberem dos casos, mas evitarem se meter e levar ao conhecimento do poder público.

 

A recomendação das autoridades para a população é denunciar os casos sabidos, a fim de que sejam tomadas providências de reduzir o sofrimento da pessoa idosa e de promover o resgate ou fortalecimento dos vínculos familiares. Esse o objetivo central das ações do 15 de junho.

 

Denúncias de violência contra idosos podem ser feitas – anonimamente – pelo Disque 100 (telefone ligado ao setor dos Direitos Humanos do Governo Federal). Em Unaí, o telefone para denúncias é o 3677-5083 (Creas). Quem quiser denunciar diretamente a um técnico do Creas, a sede fica na avenida Lisboa, 27, próximo ao Ginásio Poliesportivo do Divineia.

 

O Creas é a porta de entrada para o atendimento de casos de violência já consumada. No local, profissionais especializados (assistentes sociais e psicólogos) trabalham para reconstruir os vínculos familiares. Atualmente, a maior parte dos casos de violência contra idosos que chega ao Creas, em Unaí, são encaminhados pelas equipes do governo federal, ligadas ao Disque 100.

 

Em casos mais graves de violência ou violação de direitos, o idoso pode ser afastado da convivência com a família (quando se trata de violência intrafamiliar) e recolhido ao abrigo, temporariamente, até o juiz decidir o caso.

 

Boqueirão

 

Nos dias 11 e 12 de junho, equipes da Semdesc vão aproveitar o fluxo de pessoas na Festa de Santo Antônio do Boqueirão para difusão da campanha, não só de combate à violência contra idosos, como também de combate ao abuso e à exploração de crianças e adolescentes. Esta última segue com ações até novembro. 

 

idosovio 0001

SmartNews.com
Previsão do Tempo

Siga-nos

    facebook FaceBook
insta icon Instagram
Twitter
linkedinico LinkedIn

Banco de Notícias

Assessoria de Comunicação Social e Relações Públicas - comunicaaiunai@gmail.com   -  (38)3677-9610 Ramal 9039
other a Sala de Imprensa (clique)

Notícias publicadas no período: 29/03/2005 até 17h24 do dia 13/12/2012