topo ban fine

 
 

servicos solicitar banner

Em 2018, Same de Unaí registra 50 novos casos positivos de HIV

O Serviço de Atendimento Médico Especializado (Same) de Unaí, órgão vinculado à Secretaria Municipal de Saúde, registrou (em 2018, até agora) quase 50 novos casos positivos do vírus HIV em pacientes de Unaí e outros 11 municípios pactuados na Gerência Regional de Saúde. Unaí e Paracatu concentram 90% dos casos. Nos últimos três meses, o HIV infectou principalmente homens que fizeram sexo com outros homens, prevalecendo na faixa etária de 15 a 25 anos. 

 

A maioria dos casos atendidos no Same de infecção por HIV, no entanto, são de heterossexuais. A faixa etária mais atingida é de 15 a 40 anos, com algumas ocorrências de infectados entre maiores de 40 anos e raro nos menores de 15. Hoje, são 193 casos em andamento no Same. Os dados foram passados pela médica infectologista Natali Nicolino, responsável pelo atendimento médico na unidade.


A médica lembra que as infecções por HIV decorrem principalmente das relações sexuais desprotegidas, ou seja, feitas sem preservativos (camisinha). Segundo ela, o uso de camisinha ainda é a melhor forma de proteção contra o HIV e as outras Doenças Sexualmente-Transmissíveis (DSTs).

 

Como ninguém possui imunidade natural ao HIV, revela Natali, quem faz sexo desprotegido com parceiros "desconhecidos", e não se cuida, vai acabar adquirindo o vírus. "Não existe pessoa imune ao HIV. Pode até haver pessoa com sorte. Mas se continuar com tal comportamento, a infecção será só uma questão de tempo", adverte.

 

O Serviço de Atendimento Médico Especializado foi implantado em Unaí em 2006 como referência para o atendimento de pessoas acometidas por doenças infectocontagiosas, entre as quais HIV/aids, doenças sexualmente-transmissíveis (DSTs), hanseníase, leishmaniose, tuberculose, toxoplasmose, Chagas, hepatites.

 

No caso específico de HIV, tão logo o teste revele positividade para o vírus, o paciente é referenciado para a unidade do Same, onde receberá tratamento médico, psicológico e medicamentoso para controlar a carga viral. Os testes rápidos de detecção do HIV podem ser feitos na unidade de PSF na qual o cidadão é referenciado. Quem não tem PSF de referência faz o teste no próprio Same, mediante agendamento prévio, que pode ser feito por telefone.

 

"A pessoa que tem o diagnóstico positivo e faz o tratamento correto tem vida normal, com a mesma expectativa de quem não é portador do HIV", ressalta a médica infectologista, lembrando, porém, que o controle do vírus é feito por medicamentos pelo resto da vida. No início do tratamento, segundo ela, a medicação pode provocar mal-estar, vômitos, falta de apetite, entre outros sintomas. Mas, com o tempo, revela Natali, é vida normal.

 

A normalidade assegurada pela medicação (que controla a carga viral no organismo do paciente) tem preocupado autoridades de saúde em todo o mundo, porque as pessoas estão deixando de se proteger na hora do sexo. Depois de infectadas, procuram remediar. A infectologista observa que as pessoas parecem estar perdendo o medo do HIV. "Não sabemos se é por causa do tratamento gratuito, facilmente disponível, mais seguro e com menos efeitos colaterais, mas o fato é que as pessoas parecem não ter mais medo".

 

E a falta de medo pode ser uma das principais causas do aumento de casos. A infectologista ressalta que o Same acompanhará o surgimento de novos casos de HIV positivo. Caso seja necessário, ela informa, vão sugerir uma campanha alertando a população para a necessidade de medidas preventivas contra a infecção.

 

Testes de 18 a 21 de dezembro

 

Como parte das atividades do Dezembro Vermelho, mês de mobilização social para prevenção e combate ao HIV/aids, o Same promove campanha de testagens rápidas para detecção do vírus. Quem for ao Same, no período 18 a 21 de dezembro, das 8h às 11h, fará o exame sem agendamento prévio. Só chegar e fazer. Além dos testes rápidos de HIV (com resultado na hora), o cidadão receberá orientações sobre o funcionamento do Same.

 

O Same funciona na avenida Governador Valadares, 2.356, bairro Divineia. O telefone é o 3677-5056.

 

sammm 0001


sammm 0002

 

SmartNews.com
Previsão do Tempo

Siga-nos

    facebook FaceBook
insta icon Instagram
Twitter
linkedinico LinkedIn

Banco de Notícias

Assessoria de Comunicação Social e Relações Públicas - comunicaaiunai@gmail.com   -  (38)3677-9610 Ramal 9039
other a Sala de Imprensa (clique)

Notícias publicadas no período: 29/03/2005 até 17h24 do dia 13/12/2012