Frota antiga será substituída por novas ambulâncias

Oito novas ambulâncias substituirão as "antigas" no início de outubro. As atuais que servem ao município já passam dos 400 mil quilômetros rodados e geram despesas extras para a Prefeitura. Cada nova ambulância custou R$ 73,5 mil aos cofres municipais. São recursos alocados no orçamento por destinação de emendas de vereadores. As antigas serão recolhidas e encaminhadas para leilão público. 

 

As ambulâncias antigas, segundo o prefeito José Gomes Branquinho, estavam dando "muita oficina", inviabilizando economicamente sua manutenção. Ele justifica que as novas darão mais segurança para motoristas, conforto e segurança para usuários.

 

A compra das ambulâncias resulta de emendas impositivas dos vereadores ao orçamento municipal. Portanto, o dinheiro saiu dos cofres da Prefeitura, é recurso próprio do município. "Não tem emenda de deputado. É dinheiro da Prefeitura, fruto de nossas medidas de economia", esclarece o prefeito.

 

Os veículos devem ser entregues ao setor no início de outubro, depois de emplacados e adesivados. São ambulâncias básicas, do tipo Fiat Fiorino Hard Working, para simples remoção de pacientes. As antigas serão recolhidas e vão a leilão público. 

 

ambu1 0001