topo ban fine

 
 

servicos solicitar banner

Cartão Saúde Unaí está sendo feito em quatro pontos de cadastramento

A Administração Municipal de Unaí está remodelando e modernizando a gestão da saúde pública unaiense. As inovações estão sendo feitas por etapas. Num primeiro momento, foi implantada a Central de Regulação e, em seguida, realizado um diagnóstico completo de todo o sistema de saúde do município. Agora, a partir dessa segunda-feira (16/11), começou o cadastramento dos cidadãos unaienses de todas as idades, com recolhimento da impressão digital (para identificação biomética) e digitalização de foto para a confecção do Cartão de Saúde Unaí.

São pontos fixos para o cadastramento dos cidadãos (de todas as idades, inclusive bebês abaixo de um ano) a sede da Prefeitura (atendimento das 8h às 17h) e a Central de Regulação (13h às 17h). Outros pontos (nesse primeiro momento) são a Unidade Básica de Saúde do CAIC – Novo Horizonte (atendimento das 8h às 17h) e Unidade Básica de Saúde do Mamoeiro (8h às 17h).

Para se cadastrar, o cidadão deve levar ao ponto de cadastramento a Carteira de Identidade, o CPF e o comprovante de residência. Menores de idade devem levar a Certidão de Nascimento. No local, além dos dados, serão coletadas a impressão digital (biometria) e a foto digital que será inserida no cartão. Portanto, cada pessoa será cadastrada "individualmente".

Objetivos

A empresa contratada pela Prefeitura de Unaí para administrar a modernização dos processos é a HS – Health Solutions. Para o diretor da HS, Rudinei Dias Moreira, O objetivo principal do Cartão de Saúde "é criar uma base de conhecimentos sobre a população unaiense".

"A base do conhecimento que o cartão vai nos proporcionar nos indicará quem é de Unaí, quem não é de Unaí, e a responsabilidade sobre as demandas", declara o administrador.

A base de dados vai permitir ao gestor (Secretaria de Saúde) ter o conhecimento sobre o cidadão unaiense e sobre seu perfil socioeconômico. "Porque hoje o cidadão unaiense é anônimo para o sistema de saúde. E a falta de ferramentas impede que o município faça planejamento para o setor", afirma Rudinei.

Biometria e foto

Durante o cadastramento, o cidadão também terá sua impressão digital recolhida, para o cadastramento da identidade biométrica. O objetivo é a segurança na informação clínica de cada pessoa. Ou seja, com o cartão, a pessoa terá a segurança de que aquela informação não será utilizada por outra pessoa. "A identidade biométrica impede que o cartão de um usuário seja utilizado por outro. A identidade biométrica é inviolável", garante o diretor da HS.

A biometria ainda garantirá que o cidadão foi atendido (marcou a consulta, exame, cirurgia ou retirou medicamentos na farmácia básica), ação que ficará registrada em seu prontuário eletrônico. O prontuário eletrônico do paciente é outra garantia de segurança e privacidade do novo sistema. Somente os médicos ou enfermeiros autorizados poderão, por meio de senhas, ter acesso às informações constantes do prontuário do paciente.

"Hoje, qualquer pessoa que trabalha na unidade de saúde tem acesso a informações clínicas do paciente, contido em prontuário de papel. Não existe privacidade nas informações", critica Rudinei.

A foto digitalizada no Cartão de Saúde será outra novidade. Segundo o diretor da HS, isso vai personalizar o cartão e ajudará na identificação visual do paciente.

Ele explica que, além de personalizar o cartão, a foto vai interagir com a recepção das unidades de saúde. "Nas unidades de atendimento haverá displays onde a foto e o nome da pessoa vão aparecer bem grandes. Isso facilitará que pessoas analfabetas e idosos com dificuldade visual reconheçam o momento do atendimento".

Os displays na unidade de atendimento, segundo Rudinei, devem acabar com as filas formadas em frente aos consultórios médicos e com a "gritaria" dos profissionais nas unidades chamando o nome dos pacientes. "Isso cria um ambiente hostil dentro das unidades de saúde", afirma o diretor da HS.

Integração

O Cartão de Saúde estará integrado com todos os sistemas: o sistema que faz o teleagendamento, o sistema que faz a regulação, o sistema que vai fazer o acolhimento no Hospital Municipal e o sistema que fará a dispensação dos medicamentos na Farmácia Básica Municipal.

"A sistemática do processo que vamos implantar na gestão da saúde unaiense vem da engenharia de produção. Trabalhamos com gestão de processos. A próxima etapa, concomitante com a confecção do cartão, será o redesenho e padronização de todos os processos da rede de saúde: da atenção básica, da atenção especializada, do hospital e da assistência farmacêutica", explica, observando que hoje o conhecimento do processo está apenas na cabeça do servidor.

"Como no serviço público há uma rotatividade muito grande de servidores, cada pessoa que entra no sistema, aprende o trabalho, e o conhecimento não fica institucionalizado", o consultor explica.

Teleagendamento

Outra etapa que será implementada paralelamente é a implantação da central de teleagendamento. "Ninguém mais vai para a unidade de saúde em busca de consultas. A pessoa vai usar o teleagendamento, que colocará a pessoa diretamente na frente do médico", diz Rudinei.

O objetivo da Administração Municipal e dos consultores é estabelecer o novo padrão já em meados de fevereiro (15 a 20 de fevereiro de 2016). "Com a superação das etapas de todos esses processos e com a implantação do teleagendamento, pretendemos acabar definitivamente com as filas e garantir que as pessoas façam suas consultas na mesma semana ou na semana seguinte à marcação", conclui o diretor da HS.

Essa modalidade de gestão da saúde foi adotada em municípios gaúchos como Carlos Barbosa (situado na Serra Gaúcha), Canoas e Viamão (ambos localizados na Região Metropolitana de Porto Alegre).

cartaosau 0001
O cadastramento da população começou nessa segunda, 16 de novembro, na sede da Prefeitura,
na Central de Regulação, na UBS Mamoeiro e na UBS Caic (Novo Horizonte); A intenção é
cadastrar cidadãos unaienses de todas as idades


cartaosau 0002
Durante o cadastramento, o cidadão faz a foto digitalizada que o identificará no Cartão Saúde; nas
unidades de saúde haverá um display onde aparecerá "bem grandes" a foto e o nome do paciente 


cartaosau 0003
As atendentes colhem a identificação biomética (impressão digital) do cidadão, ação que tornará
o sistema inviolável e a fidedignidade da informação garantida; A identificação biométrica será
utilizada em todos os procedimentos dentro do sistema de saúde municipal




SmartNews.com
Previsão do Tempo

Siga-nos

    facebook FaceBook
insta icon Instagram
Twitter
linkedinico LinkedIn

Banco de Notícias

Assessoria de Comunicação Social e Relações Públicas - comunicaaiunai@gmail.com   -  (38)3677-9610 Ramal 9039
other a Sala de Imprensa (clique)

Notícias publicadas no período: 29/03/2005 até 17h24 do dia 13/12/2012