topo ban fine

 
 

servicos solicitar banner

Fiscalização Covid: “alguns comerciantes insistem em desobedecer aos horários de funcionamento”

De acordo com os fiscais, ainda tem muita gente burlando dispositivos do decreto da Prefeitura que estabelece os horários de funcionamento do comércio em geral. Toda a rede (inclusive mercearias que ficam abertas até meia-noite e padarias) deve funcionar de segunda a sábado, até as 20h. Comércios que abrem aos domingos devem fechar até meio-dia. Vários receberam a notificação advertindo sobre a violação do decreto, mas alguns preferiram resistir e ser multados. Nas últimas semanas, foram 45 multas. Somente no último fim de semana (sábado e domingo, 18 e 19/7), a fiscalização registrou oito multas. Dessas, seis foram por reincidência na violação. Já haviam sido notificados anteriormente pelos fiscais, mas repetiram a desobediência: são bares, mercearias, lojas de conveniência, padarias, distribuidoras de bebidas.

 

"A notificação é clara, não deixa dúvidas quanto aos horários de funcionamento e outros dispositivos do decreto", salienta um dos fiscais que trabalhou no fim de semana. Ele conta o caso de um dono de mercearia que já recebeu várias multas, e receberá outra nesta segunda-feira (20/7). O valor chega a R$ 2,8 mil. Isso porque, a cada nova multa, o valor dobra em relação à anterior. "O dono do estabelecimento age deliberadamente e com conhecimento do fato, já que foi notificado. Parece que está preferindo pagar a multa a cumprir o decreto", lamenta o fiscal.

 

USO DE MÁSCARAS

 

O diretor de fiscalização da PMU, Ronald Lima de Paiva, lembra que o uso das máscaras de proteção também é obrigatório em todo o município. A determinação está prevista em decreto. "Por favor, as máscaras devem ser usadas corretamente no rosto, cobrindo o nariz e a boca, e não pendurada no queixo ou com o nariz de fora". Autoridades de saúde insistem que, se usadas corretamente, as máscaras são uma peça eficaz na proteção ao contágio do novo coronavírus.

 

De maneira geral, a máscara tem sido usada pelos unaienses, mas a efetividade do uso varia conforme a região da cidade, segundo os fiscais. No Centro da cidade, cerca de 80% das pessoas usam a peça de proteção. Mas, na medida em que vai se afastando do Centro em direção aos bairros mais periféricos, o uso de máscara cai para 20% da população.
Os fiscais avaliam que nos locais de grande fluxo de pessoas que fazem caminhadas e corridas (como corguinho e serra), melhorou muito o uso de máscaras. A maioria tem usado.

 

 

fiss 0005

SmartNews.com
Previsão do Tempo

Siga-nos

    facebook FaceBook
insta icon Instagram
Twitter
linkedinico LinkedIn

Banco de Notícias

Assessoria de Comunicação Social e Relações Públicas - comunicaaiunai@gmail.com   -  (38)3677-9610 Ramal 9039
other a Sala de Imprensa (clique)

Notícias publicadas no período: 29/03/2005 até 17h24 do dia 13/12/2012