topo ban fine

 
 

servicos solicitar banner

Ponte da rua Dulce Torres: obra entra na última etapa

A plataforma da ponte que liga os bairros Politécnica e Primavera recebeu concreto na sexta-feira, 28/9. Nesta segunda (1º/10), começa a construção dos passeios laterais para pedestres e os respectivos corrimãos. A Secretaria Municipal de Obras deve liberar o trânsito para bicicletas e motos ainda esta semana. Para o tráfego de veículos mais pesados, no entanto, somente depois da "cura" do concreto, que demanda prazo de 28 dias.

 

No preparo para construir os passeios laterais, a Semoit instalará bocas de lobo nas proximidades e manilhas para evitar a retenção de água no encabeçamento da ponte.

 

Entenda o caso

 

Em meados de novembro do ano passado, equipes da Secretaria Municipal de Obras e do SAAE foram chamadas ao local, porque um tubo de água havia se rompido debaixo da ponte. Constatou-se que o rompimento do tubo, que funciona sob alta pressão, deveu-se ao movimento na estrutura da ponte. Depois de uma avaliação mais detida, o diagnóstico: a ponte estava com o encabeçamento oco, porque a fundação estava comprometida.

 

O secretário Durval Mendonça explicou que quando construída, cerca de 30 anos atrás, a ponte foi feita sobre um leito de córrego com 5 metros de profundidade, no máximo. Mas, segundo ele, com a construção de casas, ruas asfaltadas e o surgimento de novos bairros na vizinhança, o solo foi ficando impermeável e, como consequência, houve aumento no volume da água no leito.

 

Com o passar do tempo, a força da água foi removendo a areia do fundo, e a fundação da ponte ficando cada vez mais comprometida. Com a intensificação das chuvas, a partir de novembro do ano passado, a situação da ponte se agravou, houve um recalque de mais de 30 centímetros na fundação, e a ponte afundou ainda mais. A ponto de técnicos considerarem que "a fundação ficou no ar".

 

A partir dos estudos técnicos, a PMU autorizou a construção de uma nova ponte. A etapa mais difícil da obra foi a de fundação. O solo foi perfurado com hélice helicoidal e foram instalados 10 pilares de sustentação da ponte, a mais de 12 metros de profundidade no leito do córrego. Quando liberada, a ponte estará pronta para suportar veículos pesados.

 

 gatee 0001

gatee 0002

gatee 0003

gatee 0004

SmartNews.com
Previsão do Tempo

Siga-nos

    facebook FaceBook
insta icon Instagram
Twitter
linkedinico LinkedIn

Banco de Notícias

Assessoria de Comunicação Social e Relações Públicas - comunicaaiunai@gmail.com   -  (38)3677-9610 Ramal 9039
other a Sala de Imprensa (clique)

Notícias publicadas no período: 29/03/2005 até 17h24 do dia 13/12/2012