Prefeito apresenta “Natureza Limpa” a deputado e torce pela aprovação do projeto desenvolvido em Unaí

Após reunirem-se com lideranças do agronegócio unaiense, nessa terça-feira (3/12), o prefeito Delvito Alves e o deputado federal Rodrigo de Castro foram até o Distrito Industrial de Unaí, onde o deputado conheceu o Projeto Natureza Limpa. No local, as autoridades foram recepcionadas pelo empresário Mário Martins, que apresentou o empreendimento ao deputado e contou como funciona cada etapa da transformação de resíduos sólidos (lixo) em espécie de carvão. Para conhecer mais sobre o projeto, clique aqui.

De acordo com o empresário Mário Martins, o projeto Natureza Limpa é a solução emergencial para o problema dos resíduos sólidos. "É uma saída definitiva, real, concreta, comprovada", disse, dirigindo-se ao prefeito e ao deputado, aos quais pediu apoio para viabilizar a iniciativa.

O prefeito Delvito reconheceu que o projeto já foi procurado por prefeitos, técnicos e autoridades de várias partes do Brasil e até de outros países. Segundo ele, o empreendimento causa surpresas. "Eu não tenho conhecimento técnico-científico para analisar esse projeto, mas parece significar um grande avanço. Se ele avançar também perante os órgãos de defesa ambiental, eu não tenho dúvidas de que o Natureza Limpa será a solução definitiva dos graves problemas causados pelo lixo urbano".

Rodrigo de Castro também se disse surpreendido pelo projeto. "Ver em Unaí uma iniciativa que é pioneira e que pode ser modelo para Minas, para o Brasil e para o mundo é uma grande satisfação", disse o deputado.

Para entrar em funcionamento, porém, o projeto esbarra na falta de licenciamento ambiental. Nesse ponto, prefeito e empresário esperam apoio do deputado, no sentido de apressar as avaliações pelos órgãos oficiais. "Queremos saber por qual motivo está paralisado o licenciamento ambiental do projeto", disse o prefeito, indagando, em seguida: "Quem sabe não será esta a solução definitiva para o problema do lixo?".

Ao pedir o apoio do deputado, o empresário Mário Martins afirmou "querer a coisa certa", para poder apresentar o projeto em outros lugares "como algo que funciona e dentro de critérios técnicos aprovados pela legislação ambiental". Segundo Martins, a demora na liberação das licenças pode ser atribuída ao ineditismo do projeto (é o primeiro) e aos entraves burocráticos do país. "Estamos aguardando o parecer da Feam (Fundação Estadual do Meio Ambiente), da Supram (Superintendência Regional de Regularização Ambiental) e da Secretaria Estadual de Meio Ambiente de Minas Gerais", disse.

Rodrigo de Castro alimentou nos unaienses a esperança de o projeto entrar em execução. "É claro que vamos envidar todos os esforços para que os órgãos de licenciamento ambiental se apressem na avaliação do projeto", afirmou o deputado, manifestando o desejo de que o empreendimento possa resolver o problema do lixo de Unaí e servir de modelo para o Brasil e para o mundo.

natureza 0001
Empresário explica o funcionamento do projeto para prefeito, deputado e comitiva que os
acompanhava

natureza 0002
O Natureza Limpa promete ser a solução definitiva para o lixo, mas ainda esbarra na falta
de licenciamento ambiental