topo ban fine

 
 

servicos solicitar banner

Adolescentes da Guarda-Mirim, do Cepasa, visitam Parque Dujardes Caldeira e plantam flores

Cerca de 30 adolescentes do Projeto Guarda-Mirim, do Cepasa, visitaram o Parque Dujardes Caldeira na tarde dessa quarta-feira (16/5). Além de percorrer as trilhas e contemplar a biodiversidade local, eles plantaram mudas de hibisco e coleus nas margens de uma das nascentes do córrego Canabrava. O Dujardes Caldeira fica no bairro Sagrada Família e, entre as três unidades de conservação instituídas pelo município, é a que possui a biodiversidade mais preservada. Os outros dois são o Duca Menezes, no bairro Águas Claras e o Senhorinha Lemos, no Terra Nova.

 

O Dujardes Caldeira possui 59 mil metros quadrados de cobertura vegetal que guarda espécies nativas como pau d'óleo, ipê amarelo, angico, aroeira, jatobá, pau-ferro, jenipapo e outras, algumas já identificadas com placas que revelam o nome popular e o nome científico da árvore. No parque, principalmente nas manhãs, não é raro o visitante deparar com micos e aves, com destaque para pássaros e tucanos. Uma lagoa ajuda a compor o conjunto dos recursos naturais do local.

 

Antes de entregar o parque para a população, em março deste ano, a Prefeitura de Unaí fez um trabalho de limpeza na unidade (era mata fechada), com abertura de trilhas, construção de pontes, de acessos e contou com a ajuda de setores da sociedade, como o Rotary Club, para realizar o plantio de mudas de buriti e ipê.

 

Visitas

 

A incursão no parque pelos adolescentes da Guarda-Mirim foi acompanhada pela secretária de Meio Ambiente, Cátia Regina Rocha, pela paisagista da PMU, Cleusa de Oliveira, e pelo diretor do Viveiro Municipal, Laércio Caixeta.

 

Em meio às muitas abordagens sobre o local (narradas para os adolescentes), Cátia informou que o parque é fruto de exigência da legislação que obriga os loteadores a destinar um percentual do empreendimento para área verde. "Caso não houvesse essa exigência prevista em lei, no lugar deste parque teríamos asfalto, casas, ruas. Mas isso não ocorre somente em Unaí, é em todo o Brasil", disse a secretária.

 

Ela conclamou os visitantes a "caminhar, contemplar e conhecer as espécies" e trazer outras pessoas para conhecer o Parque Dujardes Caldeira. A intenção da Administração Municipal, segundo Cátia, é preservar todos os espaços que ainda possuem recursos naturais. "Conservar e preservar o meio ambiente é bom para a cidade e para quem vive nela", sentenciou.



Por enquanto, os visitantes mais frequentes são os próprios moradores vizinhos aos parques. A Associação dos Moradores do bairro Sagrada Família, por exemplo, já está abraçando a unidade de conservação natural. Alguns membros do movimento Encontro de Casais visitam o parque especialmente nas tardes de domingo, para recolher lixo ou consertar "algum estrago" que visitantes deixaram para trás.

 

Conhecer o Parque Dujardes Caldeira, porém, não foi oportunidade concedida apenas aos adolescentes da Guarda-Mirim, do Cepasa. Alunos da Escola Agrícola e membros do Rotary Kids também já estiveram no parque, acompanhados por pessoal da Secretaria do Meio Ambiente. Já o pessoal do CCAA optou por visitar o Parque Duca Menezes, no bairro Águas Claras.

 

 visipark 0001

visipark 0003

visipark 0004

visipark 0002

visipark 0005

visipark 0006

visipark 0007

SmartNews.com
Previsão do Tempo

Siga-nos

    facebook FaceBook
insta icon Instagram
Twitter
linkedinico LinkedIn

Banco de Notícias

Assessoria de Comunicação Social e Relações Públicas - comunicaaiunai@gmail.com   -  (38)3677-9610 Ramal 9039
other a Sala de Imprensa (clique)

Notícias publicadas no período: 29/03/2005 até 17h24 do dia 13/12/2012