Vice-prefeito Waldir Novais morre aos 66 anos por complicações da covid-19

O vice-prefeito de Unaí, Waldir Wilson Novais Pinto Filho, morreu no Hospital Municipal, na tarde de sexta-feira, 26 de março. Ele não resistiu a uma parada cardiorrespiratória. O vice-prefeito morreu quatro dias depois de a esposa, Erizete Oliveira Novais Pinto, também ter falecido vítima de complicações decorrentes da covid-19. Eles eram casados havia 45 anos. Deixam quatro filhos e oito netos.

 

Natural de Unaí, nascido em 7 de setembro de 1954, Waldir Novais foi eleito vice-prefeito para o mandato de 2017-2020 e reeleito para o período 2021-2024. Além de vice, desempenhava as funções de secretário municipal de Governo. Ele assumiu o comando do município no início deste ano, enquanto o prefeito José Gomes Branquinho, hospitalizado, lutava contra os efeitos da covid-19. 

 

Com formação acadêmica em Contabilidade Pública, trabalhou em Belo Horizonte, onde foi servidor da Secretaria de Estado da Administração.

 

Foi contador da Prefeitura de Unaí nas gestões dos ex-prefeitos Saint'Clair Martins e Adélio Martins. Ele prestou assessoria a diversos municípios do Noroeste de Minas.

 

Foi secretário da Fazenda durante oito anos no governo do ex-prefeito Antério Mânica.

 

Waldir era membro da Loja Maçônica Mestres do Rio Preto, sendo venerável por duas vezes.

 

Católico praticante e membro da Comunidade Católica Nossa Senhora da Rosa Mística, foi muito atuante na sociedade unaiense.

 

A Administração Municipal decretou luto oficial por três dias no município em sinal de pesar e reverência póstuma.

 

O corpo de Waldir Novais foi transportado em cortejo fúnebre da Praça JK (da Prefeitura) até o Cemitério São Vicente de Paulo, onde foi sepultado, na manhã desse sábado (27/3).  

 

 pintimm 0001