Fórum Regional do Noroeste: Prefeito de Unaí entrega ao Governador reivindicações em benefício da região.

A primeira reivindicação formalizada por Branquinho a Pimentel foi um Hospital Regional para o Noroeste. O benefício é para a região toda. Vai aliviar o orçamento de Unaí que gasta 42% de suas receitas com a saúde. Praticamente 50% dos atendimentos de urgências e emergências do Hospital Municipal de Unaí é destinado a pacientes dos municípios vizinhos. Não há contrapartida compatível do Estado. O Noroeste é a única das 12 mesorregiões de Minas Gerais, que não tem Hospital Regional.

Duplicação e Iluminação da MG 188 até o bairro Santa Clara.

Em janeiro Branquinho formalizou solicitação ao DER para receber de volta o trecho da MG 188 assumido pelo município na gestão passada. O procedimento é simples, não depende de votação na Assembléia. Quando Unaí recebeu o trecho da rodovia, isso não foi feito. Demanda apenas vontade política. O trecho está muito mal conservado em comparação com outros trechos da MG 188 que estão com o DER. A ponte sobre o Rio Preto precisa de reforma estimada em dois milhões de reais. A prefeitura não tem como fazer. Branquinho também pediu a duplicação e iluminação do trecho com a construção de ciclovia até o Santa Clara. Hoje ciclistas e carroceiros disputam esse espaço com muitos veículos, entre eles grande quantidade de bi-trens. Acidentes são freqüentes, muitos com vítimas fatais.

Anel Viário.

Desviar o tráfego dos veículos de carga do centro da cidade. Diminuir a poluição, a quantidade de poeira em nossas ruas, os danos ao nosso asfalto urbano, ruídos excessivos e riscos de acidentes, estes são alguns dos benefícios conseqüentes do anel viário, cujo projeto enviado à prefeitura pela Secretaria de Estado de Transportes e Obras Públicas, prevê a construção de uma rodovia a partir do trevo da MG 188, proximidades da Algonor até a BR 251, proximidades da COAGRIL. O anel viário vai facilitar o tráfego da produção agropecuária que passa por Unaí oriunda das demais cidades do Noroeste e dos estados vizinhos: Goiás e Bahia. Esse tráfego aumentará muito depois que for asfaltado o trecho de 14 km nas proximidades de Cabeceira de Goiás. Os bi-trens carregados com destino a Belo Horizonte, Rio e São Paulo, não irão mais a Brasília. Vão encurtar distância passando por Unaí e acessar a BR 040, em Paracatu. "Imagine todos esses veículos de carga trafegando pelas ruas de Unaí, senhor Governador! Unaí e a região precisam do Anel Viário." Argumentou Branquinho.

Segurança Pública: Presídio e expedição de Identidades.

Branquinho despachou diretamente com Sérgio Menezes, Secretário de Estado de Segurança Pública. Ao abrir a conversa o prefeito fez referência ao presídio de Unaí, que está no centro da cidade, tem excelente gestão a ponto da comunidade praticamente nem percebê-lo. Todavia, por vezes, abriga o dobro da capacidade de presos provisórios. Tem que ser ampliado. Onde está, não há espaço físico para ampliar o número de vagas. Branquinho informou disposição da prefeitura em doar outro terreno para a construção de um novo presídio.

As longas filas para obtenção de identidade foi outro problema do município relatado pelo prefeito ao secretário. A prefeitura de Unaí cede servidores, mas isso não é suficiente para evitar as filas e a demora na obtenção do documento, vez que em Unaí também se faz o atendimento às pessoas dos municípios vizinhos.

O secretário garantiu o encaminhamento da questão do presídio ao Secretário de Estado de Administração Prisional - SEAP. Informou também que será instalada em Unaí, antes do fim deste ano, uma Casa de Semiliberdade com 20 vagas, para acautelamento de menores cuja medida aplicada ainda não é a privação de liberdade.

A audiência de Branquinho com o Secretário foi notícia no site da Secretaria de Segurança, confira no link:

http://www.seds.mg.gov.br/component/gmg/story/3331-seguranca-leva-programacao-de-prevencao-as-drogas-ao-forum-regional-noroeste

 

joaopira 0002


joaopira 0003

joaopira 0001