topo ban fine

 
 

servicos solicitar banner

Unaí sedia Macroconferência Intermunicipal de Educação com vistas à Conae 2014

A Secretaria Municipal da Educação (Semed) e parceiros realizam nessa quinta (12) e sexta (13/9) a Macroconferência Intermunicipal de Educação. O evento conta com a presença de 29 municípios e visa analisar, discutir e consolidar propostas constantes de sete eixos temáticos. O resultado segue para a Conferência Estadual que será realizada em Belo Horizonte e, desta para Brasília, para a Conferência Nacional – Conae 2014, no mês de fevereiro. O documento final vai nortear os rumos da educação brasileira nos próximos dez anos. Unaí é um dos 12 municípios mineiros onde estão sendo realizadas macroconferências. 

O documento-referência, no qual constam os sete eixos de discussão, conclama os profissionais da educação, mães e pais de alunos, dirigentes e toda a sociedade organizada que se preocupa com a educação para discutir, refletir coletivamente e propor caminhos para a educação brasileira.

Os sete eixos temáticos propostos como parâmetros para discussão: 1) O Plano Nacional de Educação e o Sistema Nacional de Educação: organização e regulação; 2) Educação e diversidade: justiça social, inclusão e direitos humanos; 3) Educação, trabalho e desenvolvimento sustentável: cultura, ciência, tecnologia, saúde, meio ambiente; 4) Qualidade da educação: democratização do acesso, permanência, avaliação, condições de participação e aprendizagem; 5) Gestão democrática, participação popular e controle social; 6) Valorização dos profissionais da educação: formação, remuneração, carreira e condições de trabalho; 7) Financiamento da educação, gestão, transparência e controle social dos recursos.

"Esse espaço democrático incentiva e fortalece o debate sobre as necessidades educacionais que estão colocadas na sociedade brasileira. Esperamos que surjam avanços significativos para melhoria na qualidade da educação", ressaltou o prefeito Delvito Alves, acrescentando que as propostas devem ser sustentadas com base na realidade dos municípios. "Acredito que as políticas públicas podem acontecer efetivamente a partir das mobilizações, discussões e debates públicos", disse o prefeito.

Delvito elogiou o espaço de diálogo e de construção coletiva que o governo federal criou para a participação, dando a oportunidade para a sociedade se manifestar. Ele, porém, criticou o sistema que concentra recursos no governo central e onera estados e municípios na gestão de setores chave como a educação. "O município acaba pagando a conta mais alta, porque o cidadão mora é aqui, e a concentração de 70% dos recursos está em Brasília".

Em seu discurso de acolhida aos participantes, a secretária municipal da Educação, Francisca Peres, lembrou que a macroconferência de Unaí foi precedida pelas microconferências realizadas em Arinos, Paracatu e Lagoa Grande. "De lá saíram os delegados indicados para esta conferência de Unaí", disse, acrescentando que 29 municípios de três Superintendências Regionais de Ensino estão envolvidos no evento unaiense.

Diretora da Superintendência Regional de Ensino de Unaí, Neuzani Soares Branquinho – representando a secretária de Estado da Educação, Ana Lúcia Gazzola – destacou alguns pontos que sugeriu fossem discutidos na conferência: a competência de cada ente federado (União, Estado e Municípios) na gestão e operação do setor, a carência das creches municipais e a situação de fome que acomete alguns alunos que dependem do transporte escolar.

Usaram da palavra também o professor José Natal Amorim, representante da União dos Dirigentes Municipais (Undime) e da União dos Conselhos Municipais de Educação (Uncme); Simone Papini, que é assessora do Cefet Minas; e Mônica Maria de Souza, diretora estadual do Sindicato Único dos Trabalhadores em Educação (Sind-Ute MG) e representante do Fórum Estadual da Educação.

Natal Amorim se colocou à disposição dos representantes municipais, caso desejassem criar os conselhos municipais de educação ou colocar em funcionamento os já existentes. "Os conselhos são órgãos importantes dentro do município, não só porque são vinculados a questões sociais, mas também ao recebimento de verbas que vêm de Brasília", explicou.
Simone Papini realçou as parcerias e falou da necessidade de lutar pela qualidade do trabalho profissional e da educação como um todo.

Mônica Maria de Souza destacou o orgulho que sentia por representar a categoria do magistério. "Mais uma vez estamos aqui discutindo. Mais uma vez não perdemos a vontade de lutar. Mais uma vez estamos aqui presentes em mais uma luta". Ela, porém, cobrou: "a educação precisa de menos sonho e mais realidade. Ou seja, precisamos que as propostas da Conae virem realidade".

O evento contou ainda com a participação-chave da palestrante, assessora metodológica e moderadora do Conae, Evelyn Raimunda Vieira Radicchi e do palestrante e representante do Ministério da Educação (Mec), Clodoaldo José de Souza. Para a tarde desta sexta-feira (13), estava prevista a plenária final com aprovação dos eixos, a escolha dos delegados para a Conferência Estadual, além das atividades de avaliação e encerramento da Macroconferência de Unaí.

conae 0002
Na mesa de autoridades, representantes do Sind-Ute, Conae,
Superintendência Regional de Ensino, Prefeitura, Semed,
Undime-Uncme, Mec e Fundação Cefet Minas

conae 0004
Delvito: "esse espaço democrático incentiva e fortalece o debate
sobre as necessidades educacionais"

conae 0001
Delegados de 29 municípios participam dos debates sobre os sete
eixos temáticos

conae 0003
Secretária municipal Francisca Peres faz discurso de acolhida aos
participantes





SmartNews.com
Previsão do Tempo

Siga-nos

    facebook FaceBook
insta icon Instagram
Twitter
linkedinico LinkedIn

Banco de Notícias

Assessoria de Comunicação Social e Relações Públicas - comunicaaiunai@gmail.com   -  (38)3677-9610 Ramal 9039
other a Sala de Imprensa (clique)

Notícias publicadas no período: 29/03/2005 até 17h24 do dia 13/12/2012