topo ban fine

 
 

servicos solicitar banner

Na abertura oficial do ano letivo, prefeito prega política de valorização dos professores

A Secretaria Municipal da Educação (Semed) promoveu a Abertura Oficial do Ano Letivo 2013 nessa sexta-feira (1º/3). Durante o evento, que lotou o Salão Rural do Parque de Exposições, o prefeito pregou a promoção de políticas de resultado para a educação e um "tratamento humano e respeitoso aos professores".

A questão salarial - com o pagamento do piso aos professores (conforme estabelece lei federal) -, foi o principal eixo do pronunciamento do prefeito na abertura do evento. "Pagar o piso salarial é uma obrigação nossa", reconheceu Delvito, ao admitir que "a educação é um dos segmentos da administração pública mais afetados, sobretudo na questão salarial".

Ele sugeriu discussões permanentes entre comissões de Professores, da Semed e corpo técnico da Prefeitura, à procura de uma solução efetiva para o impasse do piso salarial dos professores. "Temos um compromisso moral e ético de busca de políticas de resultados para o segmento educacional", assinalou o prefeito.

Diagnóstico e programas

A secretária municipal da Educação, Francisca Peres, explicou que a abertura oficial do ano escolar ocorreu somente em março, "porque fevereiro é usado para fazer um levantamento sobre os problemas e planejar soluções para o ano letivo". As diretrizes, segundo ela, já foram passadas aos diretores e à supervisão pedagógica das escolas para execução ao longo do ano.

Para melhorias na relação ensino-aprendizagem, Francisca citou a adesão do município a programas como o PIP (Programa de Intervenção Pedagógica) e o Pacto pela Alfabetização na Idade Certa e também falou de desafios como o Proalfa (Programa de Avaliação da Alfabetização) e o Ideb (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica). "Queremos nosso Ideb e Proalfa no topo", afirmou Francisca. "Todas as avaliações internas e externas das escolas devem ser trabalhadas. Se o aluno tira nota boa internamente, também tem de tirar nota boa em avaliações externas".

Começar o ano com "garra e força" é a perspectiva lançada pela secretária da Educação para incentivar professores e outros profissionais que vão encarar os desafios de uma rede municipal de ensino com 7.400 alunos. "O número de alunos da rede municipal unaiense representa uma vez e meia a população de Cabeceira Grande e duas vezes a população de Uruana e Dom Bosco", comparou Delvito, ao defender "o bom relacionamento nas escolas, a fim de superar os mais difíceis obstáculos".

Para finalizar o evento, o psicólogo e antropólogo do Colégio Internacional dos Terapeutas Roberto Crema ministrou palestra com o tema "Educação e renovação: ser humano em construção".

an01
Representantes da Semed, Prefeitura, Câmara, Superintendência de Ensino e o palestrante
compuseram a mesa de autoridades

an02
O prefeito pediu um "tratamento humano e respeitoso" aos professores

an03
Professores e outros profissionais da educação lotaram o Salão Rural do Parque de Exposições

an04
A secretária Francisca Peres (Educação) conclamou educadores a prosseguir o ano letivo
com "muita garra e força"

SmartNews.com
Previsão do Tempo

Siga-nos

    facebook FaceBook
insta icon Instagram
Twitter
linkedinico LinkedIn

Banco de Notícias

Assessoria de Comunicação Social e Relações Públicas - comunicaaiunai@gmail.com   -  (38)3677-9610 Ramal 9039
other a Sala de Imprensa (clique)

Notícias publicadas no período: 29/03/2005 até 17h24 do dia 13/12/2012