topo ban fine

 
 

servicos solicitar banner

Espaço na escola municipal para apoio e orientação de adolescentes

Sexualidade, espiritualidade, drogas, novos sonhos e perspectivas para os adolescentes estão entre os temas que serão tratados nesta segunda etapa do "Meu projeto de vida". Para a retomada do projeto, o coordenador da Audec (Associação Unaiense de Desenvolvimento e Cidadania), Matheus Fernandes, recebeu (na Igreja Iceia do bairro Bela Vista) os diretores e vice-diretores das escolas participantes. São 12 escolas municipais beneficiadas (4 urbanas e 8 rurais). Durante o encontro, nessa terça (3/3), Matheus pediu que cada gestor escolar se apresentasse e contasse sobre a experiência na sua escola, os problemas com os adolescentes, e o que cada gestor esperava da nova etapa do projeto. "Meu projeto de vida" é resultado de parceria entre a Secretaria Municipal de Educação e a Audec. Visa orientar e apoiar (inclusive com encaminhamentos tanto para a rede educacional quanto socioassistencial do município) os alunos de 8º e 9º ano das escolas contempladas. Depois de ouvir cada gestor, Matheus Fernandes ministrou palestra, na qual abordou os quatro tipos de temperamentos do ser humano: fleumático, colérico, sanguíneo e melancólico.

 

"Conhecer cada um desses temperamentos é uma forma de desenvolver o autoconhecimento. É uma ideia de que os diretores primeiro possam se conhecer, para que depois conheçam os alunos. Aprender a trabalhar com cada aluno, com seu temperamento singular. Não adianta usar a mesma ferramenta em alunos com temperamentos diferentes", explica Matheus. E essas ferramentas, ele complementa, são indispensáveis para lidar com aspectos da vida dos alunos como depressão, infelicidade, sensação de abandono, angústias, automutilação, suicídio.

 

Na primeira etapa do "Meu projeto de vida", desenvolvida entre agosto e novembro do ano passado, foram atendidos cerca de 1.000 alunos do 8º e 9º anos do ensino fundamental e ainda 500 pais de alunos da educação infantil. "Foi algo que me tocou muito. Adolescente chorando, reagindo de forma interessada aos temas tratados, muita atenção na hora das palestras", relembra Matheus sobre a primeira etapa do projeto. "A humanização, a valorização do ser humano fez a diferença na escola".

 

Diretores das escolas participantes avaliaram o resultado do projeto como "positivo" e solicitaram seja estendido para um número maior de alunos, a partir do 6º ano. Participam do projeto as Escolas Municipais Glória Moreira, Jovelmira Vasconcelos, Israel Pinheiro, Tomaz Pinto, Santo Antônio, Nossa Senhora de Fátima, Terezinha Rezende, Padre José de Anchieta, Adélia Rodrigues, Euclides da Cunha, Eva Maria Vieira e Teodoro Campos.

 

Mãos à obra

 

"Não podíamos ficar de braços cruzados, esperando as coisas acontecerem", conta o secretário municipal de Educação, Geraldo Magela da Cruz, ao fazer referência à concepção e ao lançamento do projeto, em 2019. "Se as pessoas de bem não fizerem sua parte, as do mal vão fazer", constatou o secretário, ressaltando a necessidade de oferecer apoio e orientação aos discentes.

 

O secretário disse saber das dificuldades a serem enfrentadas, mas exortou os gestores escolares a se empenharem no desafio de desenvolver mais uma etapa do projeto. "Eu conto com cada um de vocês, para ajudar a fazer pessoas melhores". Geraldo Magela afirmou que, naquele momento, por se tratar de um período chuvoso, a Secretaria de Educação tinha uma série de problemas a resolver: ônibus escolar atolado, goteira em sala de aula, entre outras dificuldades que a chuva provocara. Com resiliência, ele arrematou: "o pior é o menino, a menina que sofrem abusos em casa, que precisam lidar com a família desestruturada, com a depressão, com o uso de drogas, com o suicídio. Orientar e auxiliar esse menino, essa menina, é um desafio que está posto".

 

Parte da solução vislumbrada por Semed e Audec será, mais uma vez, posta em prática na nova etapa do projeto, que começou nessa terça, 3 de março, e segue até 9 de junho. Pela Audec, encabeçam o projeto Matheus Fernandes e Miriam Marques. Pela Semed, estão à frente Eleni Fernandes, Marinês da Mota, Renata Caxito e Yara Menezes. "Meu projeto de vida" objetiva beneficiar cerca de 1.000 alunos nesta segunda etapa, e pretende envolver efetivamente diretores, vices e professores das 12 escolas.

 

audecc 0005

audecc 0006

audecc 0007

audecc 0008

audecc 0001

audecc 0002

audecc 0003

audecc 0004









SmartNews.com
Previsão do Tempo

Siga-nos

    facebook FaceBook
insta icon Instagram
Twitter
linkedinico LinkedIn

Banco de Notícias

Assessoria de Comunicação Social e Relações Públicas - comunicaaiunai@gmail.com   -  (38)3677-9610 Ramal 9039
other a Sala de Imprensa (clique)

Notícias publicadas no período: 29/03/2005 até 17h24 do dia 13/12/2012