topo ban fine

 
 

servicos solicitar banner

A partir de agosto, transporte escolar será monitorado via satélite

Os veículos do transporte escolar unaiense serão monitorados por satélite a partir do mês de agosto. Além disso, a Secretaria Municipal da Educação (Semed) fará um redimensionamento, por meio de GPS, das linhas por onde passam os veículos. Essas e outras mudanças fazem parte de um projeto de reconfiguração do transporte escolar unaiense, visando atender perspectivas de economia e segurança.

A Semed já está testando o sistema de monitoramento via satélite em veículo da própria secretaria. O monitoramento permite saber onde o carro está, qual o trajeto fez, se parou e onde parou, com que velocidade percorreu o trajeto. O monitoramento é feito de dentro da própria secretaria e pode ser acompanhado também pelo secretário da Educação, por meio do telefone celular.

Outra determinação é redimensionar por GPS todas as linhas por onde passam os veículos do transporte escolar. A medida do trajeto feita por GPS vai oferecer com precisão o percurso de cada linha e a quilometragem percorrida.

Hoje, o transporte escolar unaiense utiliza 150 linhas e o pagamento é feito por quilômetro percorrido. O gasto mensal com o setor atinge uma média de R$ 700 mil.

Já que o pagamento é feito por quilômetro percorrido, a Semed pretende medir linha por linha para saber o valor exato a ser gasto. A expectativa é reduzir os custos entre R$ 150 mil e R$ 200 mil por mês com a adoção do novo sistema.

Veículos menores

Outra novidade é o uso de veículos menores, como vans, kombis e micro-ônibus para transportar alunos nas linhas conhecidas como "galhos". Os veículos pequenos transitam com mais rapidez nos "galhos" e entregam os alunos para os ônibus escolares que, por serem maiores e mais lentos, deverão trafegar apenas nas estradas principais (eixos).

O secretário municipal da Educação, Geraldo Magela da Cruz, explica que a adoção de novas tecnologias na condução do transporte escolar vai beneficiar todos os envolvidos. "Será bom para a Semed, porque representará economia de recursos públicos e teremos o controle sobre
o que acontece no transporte escolar. Será bom para o aluno, porque vai gerar mais conforto, pois ele poderá levantar mais tarde e o transporte será mais rápido (há casos de alunos que levantam às 4 horas da madrugada para ter aulas às 7h). E será bom para o motorista, porque se o veículo parar por algum motivo, como um pneu furado, por exemplo, o monitoramento identificará o problema e o socorro será enviado o mais rapidamente possível".

Geraldo Magela disse também que a Secretaria da Educação e a Secretaria de Transportes e Serviços Rurais estão mapeando todas as porteiras e colchetes nas linhas do transporte escolar. A ideia, segundo ele, é trocar porteiras e colchetes por pontilhões ou mata-burros.

Licitação

O processo licitatório que apontará as empresas a serem contratadas para o transporte escolar unaiense está previsto para ocorrer entre o fim de maio e o início de junho. Em agosto, todos os veículos do transporte escolar já deverão estar operando dentro da nova configuração.

A empresa responsável instalará os equipamentos (que vão permitir o monitoramento via satélite) em todos os veículos, e a Semed vai arcar com os custos de "aluguel" e manutenção desses equipamentos.


transescol 0001
Os ônibus escolares vão transitar apenas nas estradas "eixos"; Nas estradas menores, 
conhecidas como "galhos", a Semed vai utilizar vans, kombis e micro-ônibus

SmartNews.com
Previsão do Tempo

Siga-nos

    facebook FaceBook
insta icon Instagram
Twitter
linkedinico LinkedIn

Banco de Notícias

Assessoria de Comunicação Social e Relações Públicas - comunicaaiunai@gmail.com   -  (38)3677-9610 Ramal 9039
other a Sala de Imprensa (clique)

Notícias publicadas no período: 29/03/2005 até 17h24 do dia 13/12/2012