topo ban fine

 
 

servicos solicitar banner

Escola de Música da PMU abre inscrições, de 8 a 31 de janeiro, para 120 vagas em curso de iniciação musical

São 80 vagas para iniciação (nível zero) em violão e 40 para musicalização/sopro. O candidato deverá ter mais de oito anos de idade. As aulas serão no contraturno escolar do estudante. É obrigatório o candidato possuir violão ou flauta doce, esta para o curso de musicalização/sopro. As inscrições deverão ser feitas na Escola Municipal de Música José Antônio Filho "Seu Zeca", que fica na UAI Vice-Prefeito Hermes Martins Souto (avenida Frei Anselmo, 320, Divineia), de 8 a 31 de janeiro. Na parte da manhã, inscrições das 8h às 10h30, à tarde das 13h às 17h. O candidato e o responsável legal (no caso de menores) deverão apresentar os documentos pessoais, cópia do comprovante de endereço, cópia da declaração escolar, cópia da declaração de bolsita (se a criança ou adolescente estudar em escola particular) e duas fotos 3x4. Para mais informações, ligar 3677-5054.

 

A previsão de início das aulas é 3 e 4 de fevereiro. Aulas de violão, as terças e quintas, manhã e tarde. Aulas de musicalização/sopro, as segundas e quartas, manhãs e tardes. É tudo gratuito, e o objetivo principal é o aproveitamento posterior dos "cursistas" na Banda Municipal Lira Capim Branco. As inscrições serão feitas com os próprios maestros/professores.

 

Banda Municipal

 

O trabalho de "garimpagem" dos novos integrantes começa na hora mesmo da inscrição no curso de iniciação musical, conforme relata o maestro Elias de Jesus Pires, titular da banda. "Há uma primeira conversa com o candidato, para descobrir sua aptidão musical, seus objetivos com o curso. Pode haver até um primeiro teste", revela. "A esperança é salvar pelos menos 20 alunos para a banda". Dessa garimpagem, surgem os talentos para tocar saxofones, flautas transversais, trombones, trompetes, tubas, clarinetas, bombardinos e ainda tarol, pratos, bateria.

 

Quando é percebido o "brilho no olhar" do menino/menina, explica o maestro, ali mesmo começa um processo de "lapidação" de quem, um dia, poderá fazer parte da Banda Municipal Lira Capim Branco, instituída pelo município em 2006. Atualmente, a banda possui 38 componentes, com idades que variam entre 9 e 64 anos. "São estudantes, trabalhadores, aposentados, todos voluntários que fazem o trabalho por amor". Somente maestro e maestro-adjunto são pagos pelo município.

 

Elias justifica por que nas apresentações públicas a plateia depara com um número menor de componentes na banda, variando de 22 a 25 (a maioria estudantes iniciados na própria Escola Municipal de Música). "No horário das apresentações, nem sempre todos os integrantes da banda estão juntos no palco. Alguns estão trabalhando na hora das apresentações públicas e fica difícil sempre pedir folga".

 

Casos de músicos mais antiigos, alguns na banda desde 2007, são provenientes de aulas particulares de música, muitas ministradas pelo próprio maestro. Hoje, a formação inicial dos alunos está por conta dos maestros Elias de Jesus Pires e Cléber Silva, professores da Escola Municipal de Música José Antônio Filho (Seu Zeca), vinculada à Prefeitura de Unaí, via Secretaria Municipal de Cultura e Turismo.

 

A próxima apresentação da Banda Municipal Lira Capim Branco deve ser por ocasião das festividades comemorativas do aniversário de Unaí, em 15 de janeiro.

 

banliraa 0001

SmartNews.com
Previsão do Tempo

Siga-nos

    facebook FaceBook
insta icon Instagram
Twitter
linkedinico LinkedIn

Banco de Notícias

Assessoria de Comunicação Social e Relações Públicas - comunicaaiunai@gmail.com   -  (38)3677-9610 Ramal 9039
other a Sala de Imprensa (clique)

Notícias publicadas no período: 29/03/2005 até 17h24 do dia 13/12/2012