topo ban fine

 
 

servicos solicitar banner

No Dia Mundial da Água, SAAE anuncia duplicação de capacidade da Estação de Tratamento

O Serviço Municipal de Saneamento Básico de Unaí (SAAE) realizou, na manhã desta quinta-feira (23/3), solenidade para lembrar a passagem do Dia Mundial da Água, comemorado nesta data, e aproveitou para anunciar a duplicação da capacidade da Estação de Tratamento de Água (ETA), situada na BR-251 (saída Brasília). A obra está orçada em R$ 3,5 milhões, e a previsão é estar concluída até meados de 2019. O novo sistema terá capacidade para atender uma população de 180 mil habitantes.

 

De acordo com o diretor do SAAE, Geraldo Oliveira, hoje a ETA está "totalmente exaurida e trabalhando sobrecarregada". A estação trabalha com uma vazão de 240 litros por segundo, mas o objetivo é alcançar o dobro dessa capacidade. "Vamos construir novos filtros, novos floculadores, novos decantadores", anuncia Oliveira. Aumentar a capacidade da estação pressupõe (também) ampliar o volume de captação de água no rio Preto (com aumento de matéria prima) e melhorar a rede de distribuição da água tratada para o Centro e os bairros.

 

Oliveira explica que o sistema está trabalhando com vazão e pressão aquém da demanda, em decorrência principalmente da construção de edifícios (adensamento vertical) no Centro da cidade. "O crescimento de Unaí é vertiginoso. O desenvolvimento aqui acontece de forma acelerada. E o poder público precisa ser eficiente, a fim de instalar a infraestrutura rapidamente".

 

O vice-prefeito Waldir Novais lembra que a demanda por essas obras foi constatada tão logo assumiram a administração do município no início de 2017. "Quando assumimos, percebemos que não haviam feito investimentos no sistema. O prefeito Branquinho concordou, de pronto, com as intervenções e obras emergenciais propostas pelo diretor do SAAE, para adequação da ETA às demandas da população".

 

Waldir Novais representou o gabinete na solenidade. Nesta quinta, o prefeito Branquinho encontra-se em Belo Horizonte, onde cumpre agenda oficial. "No 22 de março do ano que vem estaremos aqui, ou inaugurando a obra de duplicação da ETA, ou comemorando cerca de 90% da obra concluída", assinalou o vice-prefeito.

 

A duplicação da ETA segue orientação técnica do consultor Marcos Vianna, engenheiro civil e doutor em saneamento, meio ambiente e recursos hídricos. Professor aposentado da Escola de Engenharia da Universidade Federal de Minas Gerais, Viana trabalha com saneamento básico desde a segunda metade da década de 1970. Ele também esteve presente na solenidade do Dia da Água promovida pelo SAAE. 

 

Poços artesianos

 

Outra questão lembrada pelo diretor do SAAE refere-se aos poços artesianos. Ele critica a liberação de empreendimentos imobiliários que utilizam esses poços para captação de água. "Soluções provisórias não devem ser levadas adiante", ressalta Geraldo Oliveira. A perfuração de poços é uma prática que vem sendo bastante utilizada na cidade.

 

Levantamentos demonstram que Unaí já possui mais de 300 poços artesianos perfurados. Essa situação é preocupante, conforme atesta o vice-prefeito Waldir Novais. "A perfuração de poços artesianos por empreendimentos imobiliários é uma preocupação da Administração Municipal. Por isso, estamos debatendo com os loteadores uma saída para o problema". Segundo observou, cabe ao SAAE levar água para os empreendimentos aprovados, e não aos empreendedores perfurar poços de forma indiscriminada e sem autorização.

 

A mesma preocupação foi revelada pelo major PM Luiz Alves, comandante da 16ª Companhia de Polícia Militar de Meio Ambiente e Trânsito Rodoviário, também presente ao evento. Ele mencionou fiscalização de rotina feita pela guarnição ambiental da PM num terreno "relativamente pequeno" em Unaí, onde militares acharam 66 poços artesianos perfurados, sem autorização do órgão ambiental. "A ganância, hoje, supera a lógica da sobrevivência em comunidade", disparou Luiz Alves.

 

"A maior parte dos poços está sendo perfurada sem autorização", registra o militar. Ele mencionou casos de prédios altos que possuem poços artesianos sem um estudo geológico pré-existente que dê segurança às perfurações. "Se essa água está saindo do subsolo e ela exerce uma pressão natural na terra, sua retirada pode causar um problema estrutural. Desconheço se existe esse estudo garantindo que a água possa ser retirada".

 

Durante esta semana, a Polícia Ambiental realiza operação na cidade, exatamente para fiscalizar a existência de poços artesianos irregulares.

 

diaguaa 0004
Diretor do SAAE, Geraldo Oliveira, explica funcionamento da ETA e pontos do projeto de duplicação

diaguaa 0001
Autoridades perfiladas para a solenidade comemorativa do Dia da Água

diaguaa 0006
Vice-prefeito Waldir Novais deixa seu recado: "devemos falar sobre água 365 dias no ano"

diaguaa 0003
Estudantes de escolas públicas e representantes de órgãos públicos, cooperativas, faculdades
e lideranças do município marcaram presença na solenidade


diaguaa 0002

diaguaa 0005


diaguaa 0007
O consultor Marcos Vianna discorre sobre saneamento, trabalho do SAAE e obra de duplicação da ETA 

SmartNews.com
Previsão do Tempo

Siga-nos

    facebook FaceBook
insta icon Instagram
Twitter
linkedinico LinkedIn

Banco de Notícias

Assessoria de Comunicação Social e Relações Públicas - comunicaaiunai@gmail.com   -  (38)3677-9610 Ramal 9039
other a Sala de Imprensa (clique)

Notícias publicadas no período: 29/03/2005 até 17h24 do dia 13/12/2012